23 de December de 2021
Sem respostas

Yoga para gestantes: Saiba o que pode e o que não pode

A gravidez é um momento único na vida de toda mulher pois gerar uma vida é uma dádiva, porém inspira cuidados e hoje vamos conversar um pouco sobre a yoga para gestantes como uma alternativa para se preparar para a chegada do bebê.

Há tantas dúvidas que cercam a cabeça das futuras mamães, mas uma coisa é certa: todas buscam ter melhor bem-estar.

Saberemos como a yoga pode te ajudar a ter uma gestação mais tranquila, saber sobre as contraindicações e benefícios, além de outras dicas importantes.

Aproveite a leitura para saber tudo sobre a yoga para gestantes.

Índice

O que é a yoga?

Para que você entenda como a yoga pode contribuir na sua gestação é necessário ter o entendimento sobre o que significa praticar yoga.

Yoga é uma ciência milenar com mais de 5 mil anos de existência vinda da Índia, basicamente, significa união do corpo, mente e espírito.

Não se trata tão somente de realizar posturas, a yoga está longe de ser somente um exercício físico, vai além em todos os aspectos. Cada tipo de yoga tem seu objetivo próprio e modos de execução, veja.

Hatha Yoga

É um meio de preparar o corpo para o estado de meditação, tal processo acontece com a prática de posturas físicas e técnicas de respiração.

Karma Yoga

Nesse caso, o objetivo está no servir ou praticar a ação de se doar sem esperar nada em troca mantendo o equilíbrio interior frente a qualquer resultado.

Bhakti Yoga

Refere-se à libertação espiritual, buscando reconhecer o divino em todas as coisas e pessoas, executando a entonação de mantras.

Jnana Yoga

É a prática da meditação para a compreensão do “verdadeiro eu”, isto é, discernimento intelectual.

Raja Yoga

Basicamente, é a aptidão de controlar os pensamentos e adquirir autoconhecimento com a prática da meditação.

De fato, a yoga é ampla e acolhe de maneira democrática todos que a praticam, transformando a forma de compreender a si próprio e o meio em que vive refletindo positivamente em qualquer fase da vida.

Mas, vamos direcionar essa compreensão da yoga para as gestantes e entender melhor como tudo isso se aplica na prática.

Yoga para grávidas: como funciona?

Na gravidez, a yoga é uma aliada potente para conduzir os altos e baixos da gestação de maneira mais equilibrada e controlada.

Sabemos que durante a gestação a mulher se torna mais sensível, há mudanças drásticas físicas, hormonais, emocionais e todas elas precisam ser conduzidas de maneira que não causem influências negativas.

A yoga para gestantes atua no relaxamento da mente e preparação do corpo para o parto.

Na mente a yoga age agregando mais equilíbrio dos pensamentos e emoções, contribui para o controle da ansiedade que é  tão comum nessa fase, aliando a isso a aptidão de liberar endorfina em níveis suficientes para reduzir e controlar o estresse e ansiedade.

Além disso, a prática promove o entendimento e aceitação melhor das alterações que a mulher sofrerá para gerar uma nova vida, pois nem o corpo e nem a mente serão as mesmas após o nascimento do bebê.

Em relação ao corpo, a yoga ocasiona condições favoráveis para a gravidinha ter mais flexibilidade, tônus muscular, melhora na circulação sanguínea e postura.

Não é saudável que a gestante passe toda a gravidez sedentária e sem capacitar o seu físico para a evolução da gestação, é preciso fortalecer as estruturas ósseas e musculares a fim de que elas suportem a demanda.

Nisso, a yoga para gestantes pode ajudar muito e, o melhor, sem causar impactos ou sobrecargas nas articulações como em outros exercícios poderia acontecer.

Vimos até aqui que a yoga para gestantes oferece inúmeros benefícios diretos e indiretos de preparação física, mental e emocional, mas não vamos parar por aqui, tem mais coisas que você precisa saber.

Toda grávida pode fazer yoga para gestantes?

Qualquer exercício que você pretenda fazer durante a gravidez deve ser autorizado pelo seu médico, somente ele sabe as condições em que você e seu bebê estão e quais práticas serão favoráveis à saúde de ambos.

A yoga para gestantes é ótima, porém deve estar autorizada pelo médico, ok?

Outra questão muito importante é você praticar a yoga com orientação profissional, o instrutor de yoga saberá conduzir suas posições, respirações e meditações de maneira segura e assertiva.

Então, ainda que você não seja adepta da yoga, você poderá praticá-la pois a atividade pode ser feita em qualquer momento da vida e da gestação.

Claro que, dependendo do tempo de gestação algumas técnicas devem ser evitadas, mas de uma forma geral a yoga pode ser praticada por grávidas.

Quais posições de yoga para gestantes podem ser praticadas em cada trimestre?

Seguimos para o maior objetivo deste artigo: que é te ajudar a praticar a yoga na gestação de forma segura e consciente do que você pode ou não fazer de acordo com o estágio da gravidez.

Durante a geração da vida o objetivo da yoga é preparar o corpo e a mente não só para a gestação e tudo o que a envolve, mas também para o pós parto.

Por isso, cada trimestre possui suas exigências e limites a serem respeitados, agora vamos saber quais as posições de yoga para gestantes para cada trimestre.

1º Trimestre

Nessa fase inicial há de se ter um cuidado maior, pois o risco de aborto é elevado, então tenha cautela e sempre respeite os seus limites.

O objetivo da yoga no 1° trimestre é tornar o seu corpo mais flexível, principalmente nas regiões pélvica e uterina, além de aliviar dores e desconfortos.

Baddha Konasana (Postura da Borboleta)

Gomukhasana (Postura Cara de vaca)

2º Trimestre

Nesse segundo momento já é possível trabalhar posições em pé, onde o foco está na construção do equilíbrio e fortalecimento de membros superiores e inferiores, sem esquecer de atuar de forma a prevenir desconfortos na região lombar.

Nesse momento é muito importante adquirir a consciência corporal suficiente, para desenvolver melhor mobilidade e equilíbrio físico.

Tadasana (Postura da Montanha)

Balasana (Postura da criança)

3º Trimestre

Aqui na reta final o objetivo maior é a preparação para o parto, reforçando as estruturas musculares e ósseas, alinhando a coluna e diminuindo a tensão lombar.

Trikonasana (Posição do triângulo)

Virabhadrasana I (Posição do guerreiro)

Quais posições de yoga que gestantes devem evitar?

Antes de mencionar as posições de yoga não recomendadas para gestantes, é bom destacar que, mesmo as práticas aconselhadas e benéficas para a gravidez e para o bebê, estas devem ser executadas de maneira controlada sem grande intensidade.

Assim como em qualquer modalidade de atividade física, há restrições para as gestantes incluindo a consideração de seu estado de saúde e do feto, então podemos entender que há um contexto a ser avaliado profissionalmente para discernir o que pode ou não ser feito.

Porém, de uma maneira geral existem algumas posições de yoga em que não é recomendado a prática pelas gestantes independente do período de gestação.

Posturas não recomendadas

Tais posturas podem causar a pressão abdominal e do diafragma, condições que colocam o feto em sofrimento devido à obstrução de oxigênio.

Yoga no pós-parto

Como a yoga é uma prática que serve para todas as etapas da vida, nada mais justo ela ser introduzida no puerpério também.

Trouxemos um vídeo prático para mamães que querem começar agora:

Assim como foram feitos tantos cuidados durante a gestação e preparação para parto, agora é o momento de se recuperar e se manter firme em todos os aspectos para dar continuidade à maternidade.

Na rotina acelerada de ter um bebê em casa onde a mãe é exigida 24 horas por dia, essa nova mamãe precisa de um tempo para respirar e se reconectar consigo e com a sua essência para, assim, ter condições de conduzir a nova fase de sua vida.

Antes de qualquer atitude, sempre consulte o seu médico para saber se você está liberada para praticar a yoga no pós-parto, isso é fundamental.

As técnicas de posturas, de respirações e meditações são extremamente benéficas para a mulher do pós-parto relaxar o corpo, a mente e as emoções, também reposicionar o turbilhão de sensações que viveu na gestação.

Lembre-se de começar devagar, respeitando os seus limites e incluindo a yoga de maneira harmônica na sua nova rotina.

A yoga para gestantes é uma forma agradável e maravilhosa de você se organizar e aguardar a chegada de seu bebê, tendo condições físicas e mentais para viver essa fase da melhor maneira possível e, o principal, em paz.

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts Relacionados