12 de January de 2022
Sem respostas

O que é Hot Yoga?

Se você chegou até aqui, então está curioso para entender o que é e como funciona o Hot Yoga, modalidade que tem se tornado tendência em várias partes do mundo.

Embora esse tipo de yoga ainda não seja tão popular quanto as outras, essa não é a primeira vez que ela vira tendência. Não sei se você sabe, mas o Hot Yoga fez muito sucesso entre ricos e famosos de Hollywood na década de 1980.

Foi nessa época, pouco depois de sua criação, que essa modalidade ocidental, construída com o conhecimento tradicional do Hatha Yoga, conquistou sua primeira onda de adeptos.

A segunda onda de popularidade começou a surgir na última década, coincidentemente na mesma época que os escândalos envolvendo seu criador vieram à tona. 

Apesar dele, hoje a prática do hot yoga pode ser feita de forma segura, permitindo que você tenha acesso a vários benefícios físicos e psicológicos, mesmo praticando yoga numa sala quente a 40ºC.

Quer conhecer melhor esse universo do Hot Yoga e descobrir se essa modalidade é para você?

Para te ajudar a responder essas perguntas, preparamos esse artigo com tudo que você precisa saber sobre o tema, incluindo dicas de segurança e a história do hot yoga.

Vamos lá?

Índice

O que é Hot Yoga?

Também chamada de Bikram Yoga, o Hot Yoga nada mais é do que uma prática de yoga intensiva, que combina asanas (posturas) e pranayamas (técnicas de respiração).

Porém, diferentemente das demais modalidades, essa prática deve ser realizada numa sala aquecida.

Por isso, muita gente acredita que, na prática, é como realizar a yoga na sauna, mas isso não é verdade, já que a temperatura da sala pode variar entre 38ºC e 40ºC, ou seja, é uma temperatura mais confortável do que a temperatura de uma sauna seca, por exemplo, que pode chegar a 60ºC.

Mas de onde surgiu essa ideia aparentemente mirabolante? Para responder essa pergunta, precisamos conhecer a história desse tipo de yoga.

Conheça a história do Hot Yoga

Apesar de estar se popularizando agora, o Hot Yoga foi criado na década de 1970, por Bikram Choudhury, considerado um guru do yoga de Los Angeles, Califórnia. Por isso, essa modalidade também é chamada de Bikram Yoga, em homenagem a seu idealizador.

Portanto, diferentemente de outros tipos de yoga, não se trata de uma prática milenar, mas de uma forma nova e ocidental de se exercitar.

Originalmente, Bikram desenvolveu essa nova técnica para tentar se curar de uma lesão no joelho.

Para isso, ele combinou 26 posturas tradicionais do Hatha Yoga e 2 exercícios respiratórios, que podem ser utilizados para criar mais de 500 sequências diferentes, todas elas realizadas num ambiente aquecido.

Aparentemente, a ideia deu muito certo. Os estúdios de Bikram Yoga se espalharam pelos Estados Unidos, conquistando multidões, incluindo celebridades, como Madonna e Lady Gaga.

Em função desse sucesso, em 2009 Bikram tentou patentear sua criação, que dava à sua empresa exclusividade no oferecimento desse exercício. Porém, ele não conseguiu.

Por isso, hoje vários estúdios espalhados pelo mundo podem oferecer essa modalidade, que geralmente não recebe o nome de Bikram Yoga, mas sim de Hot Yoga.

Não é possível afirmar se a preferência por esse nome ocorre somente por conta da sala quente em que é realizada ou para evitar o vínculo da prática com o nome do seu criador.

Afinal, Bikram Choudhury também se tornou mundialmente conhecido após ser acusado de vários crimes, como assédio sexual, estupro, racismo e homofobia.

O impacto das denúncias foi tão grande que a Netflix chegou a produzir um documentário sobre a vida do guru. Em Bikram: Yogi, Guru, Predador, é possível conhecer a história de ascensão e queda de Bikram Choudhury.

Apesar disso, é importante lembrar que você não precisa mais praticar yoga com esse “guru”.

O hot yoga oferece sim benefícios e você pode aproveitá-los realizando a prática num estúdio com instrutores éticos e preparados.

Como funciona o Hot Yoga?

Além da temperatura em torno de 40ºC, o ideal é que essa modalidade de yoga seja realizada numa sala com umidade relativa do ar por volta de 40%.

Também é importante que a sala de yoga tenha vários espelhos, permitindo que você preste atenção na sua imagem e nos seus movimentos, aspectos que devem ser levados em consideração durante o exercício.

Por conta disso, esse tipo de yoga não pode ser realizado em casa, já que você precisa de um ambiente estruturado para realizar sua aula.

Além disso, é fundamental ter um instrutor com formação específica para essa modalidade de yoga.

Cada prática deve ter entre 60 e 90 minutos de duração e você precisa de instruções para se movimentar corretamente e com segurança.

Lembrando que a aula pode ser realizada por pessoas com diferentes níveis de prática, desde iniciantes até praticantes mais avançados.

Quer saber mais detalhes sobre essa modalidade? Então assista ao vídeo abaixo.

Qual é a diferença entre Yoga tradicional e Hot Yoga?

As principais diferenças entre as modalidades de yoga tradicionais e o hot yoga estão relacionadas ao ambiente e a sequência de asanas. Como explicamos, o Hot Yoga se diferencia por ser realizado em ambientes aquecidos e com umidade controlada.

Além disso, ela utiliza diferentes combinações de posturas, evitando asanas que superaquecem demais o corpo, como as famosas invertidas, que não são utilizadas nessa prática.

No entanto, na prática, o esforço físico realizado em todas as modalidades de yoga é o mesmo. O suor excessivo e o cansaço proporcionado pela aula de Hot Yoga parecem exigir muito mais força, mas isso não é verdade.

Por isso, se você quiser aproveitar os benefícios de yoga, mas não se sente bem no calor ou prefere praticar em casa, você pode investir na modalidade de sua preferência.

Agora você pode estar se perguntando: se não existe diferença no esforço físico dentre os diferentes tipos de yoga, então por que fazer Hot Yoga?

Para responder essa pergunta, você precisa conhecer os benefícios dessa prática.

Quais os benefícios do Hot Yoga?

Para te ajudar a entender o impacto que o yoga hot pode ter em sua vida, é importante conhecer as transformações que essa prática proporciona.

Pensando nisso, reunimos os 6 benefícios do hot yoga e te apresentaremos nos próximos tópicos.

Melhora o funcionamento do seu metabolismo

O estímulo à transpiração e a temperatura elevada levam muitas pessoas a defenderem que essa modalidade de yoga promove a desintoxicação do corpo.

Porém, isso não é verdade, já que a eliminação de toxinas é realizada naturalmente pelo nosso fígado e os nossos rins.

Por outro lado, essa prática exige que você beba mais água, o que melhora o funcionamento do seu metabolismo. Como consequência, sua circulação sanguínea e seu sistema urinário também serão beneficiados.

Além disso, a produção de suor e o aumento da circulação de oxigênio e outros nutrientes no corpo também se refletem numa pele mais nutrida e hidratada, com um aspecto bem mais saudável.

Ajuda a emagrecer

De acordo com um estudo da Universidade do Estado do Colorado (EUA) revelou que uma aula de yoga hot, com duração de 90 minutos, permite que mulheres gastem cerca de 330 calorias.

Já os homens perdem em torno de 400 calorias por aula. Mas essas são apenas médias. Os pesquisadores conseguiram identificar praticantes que chegaram a perder 1.000 calorias por aula!

Esses dados comprovam que essa modalidade de yoga realmente te ajuda a emagrecer.

Lembrando que, se seu objetivo é reduzir medidas, é importante investir numa alimentação balanceada, beber muita água e realizar outros exercícios aeróbicos.

Aumenta a flexibilidade

Uma das grandes vantagens do yoga hot é que sua prática permite que você desenvolva sua flexibilidade de maneira mais fácil e segura. Isso ocorre porque o calor do ambiente aquece e relaxa os músculos do corpo.

Como consequência, você vai perceber que entrar nas asanas será mais simples e mais rápido. Por isso, essa modalidade se torna acessível a pessoas com diferentes níveis de prática.

Melhora a saúde das articulações

O calor e os movimentos dessa prática também facilitam a irrigação do chamado líquido sinovial, que é responsável por lubrificar as articulações. 

Por esse motivo, esse fluxo ajuda a relaxar e afrouxar joelhos, pulsos, mãos e tornozelos rígidos. Em função disso, muitos praticantes que sofrem com algum problema articular utilizam o hot yoga como prática terapêutica complementar.

Porém, se você tem algum problema, é importante consultar seu médico e explicar ao seu instrutor suas condições de saúde.

Previne doenças cardiovasculares

Os exercícios de respiração, as posturas e as condições ambientais estimulam o funcionamento dos seus pulmões, músculos e coração.

Por isso, as veias e as artérias ficam mais dilatadas, sua respiração fica mais rápida e seu coração bombeia mais sangue por minuto.

Ou seja, o hot yoga exige que você trabalhe seu sistema cardiovascular de maneira intensa, o que te ajuda a manter a saúde desse sistema em dia e a prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Reduz os sintomas da depressão e alivia o estresse

Assim como outros tipos de exercícios, os movimentos do yoga estimulam a produção de hormônios como o cortisol, a endorfina e a serotonina.

Além de bem-estar e relaxamento, esses hormônios estimulam as sensações de felicidade, prazer, calmaria e conforto físico e emocional.

Por isso, o yoga hot também é considerado uma excelente ferramenta para combater os sintomas da depressão e a ansiedade, bem como aliviar o estresse.

Quem pode fazer Hot Yoga?

Apesar de apresentar várias vantagens, nem todo mundo pode praticar o Hot Yoga. Existem pessoas que são mais sensíveis e intolerantes a temperaturas elevadas, por exemplo.

Essas pessoas têm mais riscos de passar mal durante a prática, sofrendo com náuseas e tonturas durante a maioria ou todas as aulas.

Além disso, a alta temperatura também pode colocar em risco quem sofre com algumas doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, entre outras doenças cardiovasculares.

Para completar, essa atividade intensa é contraindicada para gestantes, que podem optar por outros exercícios específicos para grávidas.

Portanto, se você não faz parte de nenhum desses grupos, então está liberado para fazer sua yoga hot. Mesmo assim, é importante seguir algumas dicas de segurança para evitar problemas durante a aula.

5 dicas para praticar Hot Yoga com segurança

Por ser uma prática bem intensa, que estimula bastante os músculos, as articulações e o sistema cardiorrespiratório, você precisa tomar cuidado para não se machucar.

Pensando nisso, reunimos 5 dicas para aproveitar os benefícios do Hot Yoga com segurança.

Confira abaixo:

Beba muita água antes, durante e depois da aula

Em função da temperatura ambiente, da sequência de exercícios e do tempo da prática, você perderá muita água durante a aula. Afinal, você vai suar bastante!

Nessas condições, você pode ficar desidratado com mais facilidade, o que pode provocar mal-estar, náuseas e tonturas.

Para evitar esses problemas, o segredo é se manter hidratado. Beber água antes e depois da água é fundamental. Durante a prática, faça pausas para beber alguns goles de água e manter sua hidratação.

Respeite seus limites

É fundamental respeitar os seus limites físicos para evitar problemas de mal-estar e aproveitar todos os benefícios da prática.

Isso significa que, caso você sinta algum desconforto, faça uma pausa, beba água e respire.

Caso sinta que o ambiente está insuportavelmente quente ou caso sinta alguma dor, tontura, fraqueza ou náuseas durante a aula, pause seus movimentos, chame o instrutor e saia do ambiente.

Vale lembrar que é comum sentir algum desconforto, incluindo náuseas e tonturas, nas primeiras aulas. Porém, caso isso persista, analise se esse é o exercício certo para você.

O importante é se sentir bem depois da prática e não passar mal durante a aula.

Faça uma refeição leve antes da aula

O Hot yoga é uma modalidade de exercício intensa. Por isso, você terá que fazer algum esforço físico e queimar muitas calorias.

Portanto, não pense que um café ou um simples chá serão capazes de te preparar para essa aula. Com o estômago vazio, existem grandes chances de você não aguentar até o fim do treino.

Por isso, o ideal é investir numa refeição leve pelo menos 40 minutos antes da prática.

Use roupas leves

Por ser uma atividade intensa, lembre-se de utilizar roupas leves, com tecidos que facilitem a transpiração e te deixem confortável durante a aula.

Por isso, roupas com tecidos muito grossos, que dificultam a evaporação do suor e que sejam muito apertadas devem ser evitadas.

Procure uma academia e um instrutor confiável

Conforme explicamos anteriormente, essa modalidade de yoga não pode ser feita em casa, já que exige uma estrutura específica.

Além disso, essa prática pode ser desafiadora, exigindo instrutores qualificados para te orientar corretamente e evitar o desenvolvimento de problemas de saúde.

Vale lembrar que já foram registrados casos, especialmente nos Estados Unidos, da prática irregular e distorcida do hot yoga, o que levou seus praticantes à exaustão.

Por esse motivo, se você realmente quer experimentar o Hot Yoga, deve procurar uma academia ou estúdio especializado, com um instrutor capacitado para te orientar durante a prática.

E lembre-se de evitar locais onde você é exigido além dos seus limites ou com aulas que superam os 90 minutos, o que também pode levar seu corpo à exaustão.

Conclusão

Criado ainda nos anos 1970, o Hot Yoga é uma modalidade que tem se tornado popular por suas características peculiares. Ela se diferencia por exigir a realização de exercícios numa sala aquecida e com umidade controlada.

Apesar do ambiente incomum, o calor e o exercício intenso são capazes de proporcionar vários benefícios aos seus praticantes.

Além de te ajudar a reduzir medidas, essa modalidade melhora o seu metabolismo e a saúde de suas articulações, aumenta sua flexibilidade, previne doenças cardiovasculares e ainda combate os sintomas da depressão e do estresse.

No entanto, embora ofereça tantas vantagens, ela não é indicada para gestantes e pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão.

Além disso, se você é intolerante ao calor, também pode ter problemas. Nesses casos, é melhor optar por outra modalidade de yoga.

Porém, se você não faz parte desses grupos, pode fazer o Hot Yoga com segurança, aproveitar seus benefícios e melhorar sua saúde física e psicológica.

Gostou do artigo? Saiba mais sobre como a prática de yoga pode mudar sua vida!

F.A.Q.

O hot yoga é uma modalidade intensiva, que combina 26 posturas e 2 técnicas de respiração do Hatha Yoga em cerca de 500 sequências diferentes. Todas elas devem ser feitas numa sala aquecida, com temperatura entre 38ºC e 40ºC, e umidade relativa em torno de 40%.

É seguro para a maioria das pessoas. No entanto, ela é contraindicada para gestantes, pessoas que sofrem de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, ou que sejam intolerantes ou sensíveis à altas temperaturas.

O hot yoga é um excelente exercício para quem quer aumentar sua flexibilidade, emagrecer, melhorar seu metabolismo e a saúde de suas articulações. Além disso, essa modalidade também te ajuda a aliviar os sintomas de depressão, alivia o estresse e previne o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts Relacionados